Emissor de NFS-e: qual a melhor opção para minha empresa?

Veja as diferenças entre o sistema gratuito e um programa emissor de NFS-e profissional; saiba quais benefícios é possível ter ao contratar um programa emissor

Aqui no Saldo MAIS já falamos de todos os benefícios da Nota Fiscal de Serviço eletrônica (NFS-e) e a necessidade de um programa emissor de NFS-e capaz de atender as demandas do seu negócio.

Mas o fato é que o sistema oferecido pelos municípios para a emissão da NFS-e pode ter recursos bastante limitados e gerar um custo operacional considerável, dependendo das demandas do empreendedor.

O motivo? A falta de padronização entre as prefeituras vai exigir que sua empresa faça trabalhos “manuais”, como o cálculo do ISS a depender do município, por exemplo.

Então, o que é mais vantajoso? Manter um software gratuito emissor de NFS-e ou contratar uma plataforma especializada para sua empresa? É o que a gente detalha para você!

Emissor de NFS-e gratuito: vale a pena?

Imagina que você, empreendedor com negócio em São Paulo, presta serviço para uma empresa de Belo Horizonte.

Para emitir a NFS-e, será preciso considerar se Belo Horizonte exige Certificado Digital para o documento e qual é a alíquota do ISS do município.

Além disso, cada prefeitura tem um arquivo XML padrão, que pode diferir do local em que seu negócio possui sede.

Isso resulta em maior tempo para a emissão da nota, já que será preciso pesquisar as normas de outros municípios – consequentemente, aumentando a possibilidade de erro.

Sem contar que emissores gratuitos possuem funcionalidades básicas, como emitir ou cancelar uma nota, consultar documentos emitidos e exportá-los.

A falta de um sistema padrão entre os municípios gera uma incerteza quanto à segurança dos dados. Nem todos armazenam essas informações, exigindo o uso de um hardware para guardar as notas.

Quais as vantagens de um emissor de NFS-e pago?

O ganho de tempo pode ser o maior benefício para quem contrata uma plataforma de emissão de NFS-e.

Primeiro que os processos são automatizados. Ou seja, se você vai emitir uma nota fiscal para uma empresa de Belo Horizonte, o software já vai facilitar o cálculo dos impostos, seguindo os padrões de sua empresa.

Isso reduz as chances de erros na emissão e problemas com o Fisco, já que esses softwares podem antecipar alterações tributárias e calculá-las de forma automática.

Outro ponto a considerar é que ninguém precisa mais passar por um teste de paciência na hora de preencher a nota com os dados dos clientes.

Basta inserir os dados apenas uma vez, já que as plataformas armazenam essas informações e preenchem de forma automática na hora de criar a próxima NFS-e.

O que nos leva à questão da segurança. Esses programas trabalham com armazenamento em nuvem, então, além de reduzir o gasto operacional, os dados do seu negócio e de seus clientes estão mais protegidos que quando mantidos em um computador.

O que o Saldo MAIS pode fazer por você?

Nossa plataforma foi desenvolvida para trazer praticidade e rapidez para o seu negócio. Entre os principais destaques estão:

– Facilidade: layout otimizado para o seu negócio sem precisar de instalações adicionais, backup automático dos registros e criação de relatórios, assim como o envio automático dos arquivos XML e notas para os clientes;

– Segurança: certificado digital para comprovar a integridade de suas notas, atualização automática capaz de antecipar alterações tributárias, proteção contra perda ou roubo de dados e possibilidade de gerar e controlar notas através de qualquer dispositivo com acesso à internet já que o sistema é baseado na nuvem;

– Suporte: ferramentas planejadas para otimizar processos e evitar erros, além de oferecer suporte especializado através de call center ou chat online.

Viu como um software pago pode facilitar o dia a dia da sua empresa? Você ainda pode experimentar a plataforma do Saldo MAIS por 7 dias gratuitos! Entre já em contato com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *