Gestão Fiscal: diferencie o que é custo e o que é investimento

Veja o que levar em consideração na hora de contratar um emissor de NF-e para facilitar seu Gerenciamento Fiscal. Entenda por que é importante não focar apenas no valor a ser pago em uma solução

Uma das primeiras lições que todo microempreendedor escuta é sobre eliminar os gastos desnecessários da operação. A verdade, porém, é que nem sempre o certo é cortar a aplicação de recursos. Para não cometer esse erro, é importante aprender a diferenciar aquilo que é gasto e o que é investimento, lembrando que alguns gastos podem ajudar sua gestão a ser mais simples e segura – o que evita mais custos, certo?

Para a Gestão Fiscal, por exemplo, é preciso levar em consideração alguns pontos na hora de contratar um emissor de NF-e, o que pode ser um investimento fundamental para facilitar o Gerenciamento Fiscal da sua empresa. Conheça o que analisar na hora de decidir sobre o seu emissor:

Investindo em Gestão Fiscal: o que considerar?

Entre as diversas tarefas do dia a dia, uma ação que o empresário não pode deixar de lado é o gerenciamento das notas fiscais eletrônicas. Existem várias regras para se emitir, controlar e, depois, armazenar os documentos e, na prática, são essas questões que os emissores de NF-e ajudam a simplificar em seu dia a dia.

Imagine, por exemplo, que sua gestão é toda feita à mão, com arquivos impressos e planilhas. Dessa maneira, é muito mais fácil esquecer algum detalhe ou errar em alguma ação, não? E isso pode gerar multas e penalizações para sua empresa. Com um software ou recurso de gestão fiscal, no entanto, se torna muito mais simples de combater esses problemas.

O jeito certo de se decidir por um software emissor de NF-e

O primeiro passo é entender que o barato (ou grátis) pode sair caro demais quando o assunto é imposto e tributação. Para fazer o investimento certo, porém, é preciso considerar:

A ferramenta realmente ajuda sua empresa no que ela precisa? O preço é importante, mas se os recursos não melhorarem sua gestão, não faz sentido investir;

Dica: veja se o software que você está analisando possui recursos como registro de informações ativo, envio de dados para validação, função de autopreenchimento etc.

O serviço ou plataforma a ser contratado é simples de se usar? Afinal de contas, trocar uma atividade complexa por outra, vai só transferir seu problema;

Dica: você pode analisar se as informações apresentadas são fáceis de serem visualizadas e se as funções da plataforma são práticas para serem aplicadas junto a sua equipe.

A solução pode apoiar sua companhia a crescer? Veja quão inovadora e eficiente é a solução para seu dia a dia;

Dica: alguns recursos adicionais que emissores podem oferecer são sistema de comunicação nativo, painéis de fácil utilização para a gestão das NF-e, backup ativo, entre outros.

Preciso gastar mais com outra estrutura ou software adicional? Algumas opções escondem exigências por computadores, servidores e sistemas paralelos para o funcionamento completo. Fuja dessas condições;

Dica: emissores online, baseados na Nuvem, proporcionam alta disponibilidade e mais visibilidade, pois é possível monitorar as ações de qualquer lugar e em qualquer hora. 

– Há suporte, caso haja algum problema? Dúvidas podem surgir a qualquer momento. Então, o jeito é saber, com antecedência, se o que você está comprando tem algum tipo de serviço de atendimento para apoio nessas ocasiões;

Dica: analise se o suporte é feito de forma rápida, se há opções online, por telefone, e-mail etc. Tudo que facilitar seu atendimento, é bem-vindo, certo?

– Ela é segura o suficiente? Por exemplo: as empresas brasileiras têm de arquivar suas Notas Fiscais por no mínimo 5 anos. Nesse caso, investir em ambientes seguros é fundamental – mesmo que pareça um gasto extra.

Dica: para analisar esse quesito, procure ferramentas que garantam a integridade dos dados e, ao mesmo tempo, permitam seu acesso de forma rápida, em qualquer necessidade.

Complicou? Não!

Está achando que é complicado e caro juntar todas essas dicas acima? Não é não! Hoje, não é preciso gastar com estruturas caras e complexas que nem sempre entregam a segurança necessária. É essa a ideia do Saldo MAIS, por exemplo: oferecer uma solução adequada às suas necessidades reais, com vários caminhos para otimizar sua gestão de NF-e.

Tome a melhor decisão para seu micro ou pequeno negócio: invista em inovação e eficiência! E você pode começar já, com 15 dias para experimentar o Saldo MAIS!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *