Nota Fiscal emitida errada

Nota Fiscal emitida errada? Descubra se a melhor opção é cancelar ou alterar

Se você tem nota fiscal emitida errada por sua empresa, saiba o que fazer para estar dentro das normas e como a tecnologia evitar esse problema

Seja por pressa, por alguma desatenção ou falta de conhecimento, às vezes acontece de sua empresa ter uma nota fiscal emitida errada. E se essa é a sua situação agora, não se preocupe: você pode resolver isto de forma simples, sabendo quando é possível alterar sua Nota Fiscal e quando é necessário cancelar a NF-e.

Mas antes de falar qual opção escolher, é importante entender quais são os problemas que uma nota fiscal emitida errada podem causar. Se você não tomar a atitude certa, a sua empresa terá problemas como multas, processos e até risco de ser impedida de operar.

O que fazer com a nota fiscal emitida errada?

O primeiro passo para acertar a NF-e gerada com erro é identificar o que precisa ser ajustado. Saber o que precisa ser ajustado mostrará qual o caminho a ser seguido: criar uma Carta de correção eletrônica (CC-e) ou realizar o Cancelamento da Nota Fiscal.

Por isso, explicamos abaixo quando usar cada uma das opções, tomando a decisão certa e eliminando qualquer risco. Confira:

Carta de Correção Eletrônica: o que é e quando usar?

Vamos supor que sua empresa emitiu uma nota fiscal com parte do endereço do cliente errado e o arquivo já foi aprovado pela SEFAZ. Neste caso, você poderia emitir uma Carta de Correção Eletrônica e fazer a alteração desta informação, sem ter que cancelar a NF-e.

A emissão de uma CC-e pode ser feita em até 30 dias após a geração da NF e entre as informações que podem ser ajustadas estão:

  • Natureza da operação da nota (CFOP);
  • Códigos Fiscais ou o código da tributação;
  • Dados da transportadora;
  • Endereço do destinatário (apenas parcial, como, por exemplo, o número do local);
  • Razão social do destinatário;
  • Inserção de dados adicionais;
  • Peso, acondicionamento, volume ou outra unidade de medida relacionada ao produto.

Atenção: a CC-e não pode ser aplicada em nenhum caso que haja a alteração do valor da nota e nem de tributos!

E como funciona o Cancelamento da Nota Fiscal?

O cancelamento da NF-e pode ser necessário por vários motivos: erro de cálculos fiscais, falta de informações, desistência por parte do cliente etc. Mas existem algumas condições para cancelar sua nota fiscal. Algumas dessas situações são:

  • A NF-e deve ter sido autorizada pela SEFAZ;
  • O produto vendido não pode estar em circulação e o fato gerador não pode ter ocorrido. Isso quer dizer que se seu cliente já deu ciência de recebimento à nota, você precisará procurar a Receita Federal para fazer qualquer ajuste;
  • Para fazer o cancelamento sem custo, sua empresa também precisa ficar atenta aos prazos: a maior parte dos estados adota o limite de 24 horas (a partir da emissão do arquivo) como tempo para anular a nota, mas isso varia! Então, fique de olho e fale com seu contador!

Dentro dessas condições, basta acessar seu emissor de nota fiscal e fazer o cancelamento do arquivo. Depois, basta emitir uma nova nota fiscal eletrônica já corrigida, sem problemas.

Por outro lado, se você perdeu o prazo para cancelar a nota emitida errada, o jeito vai ser procurar a SEFAZ e dar entrada num processo administrativo. O problema é que, para isso, você precisar dispor de tempo e dinheiro: o processo gera, por exemplo, uma multa de 1,5% em cima do valor da NF-e, e esse valor pode aumentar em caso de reincidências.

Como aumentar a visibilidade sobre as NF-e

Ficar atento ao prazo de cancelamento, como dito antes, é essencial. Por outro lado, nem sempre é simples ficar de olho em cada nota gerada. Sendo assim, uma estratégia importante é simplificar o jeito como você pode visualizar e pesquisar seus arquivos fiscais.

É isso que o uso da tecnologia pode entregar à gestão fiscal de seu negócio. Os emissores de NF-e online, por exemplo, podem ajudá-lo a ver quais notas foram rejeitadas pela SEFAZ (elas também precisam ser ajustadas e podem ser alteradas a qualquer momento!) e também analisar quais são as notas fiscais aprovadas que precisam ser corrigidas ou canceladas.

Além disso, esses sistemas ajudam a tornar seus processos mais práticos e eficientes, colaborando para evitar erros e falhas! Afinal de contas, esse é, com certeza, o melhor jeito de ficar longe de problemas, não é?

Quer saber mais sobre como garantir a emissão de notas fiscais eletrônicas sem preocupação? Então, acesse o Saldo MAIS, veja nossos diferenciais e aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *