diferença entre NF-e e NFS-e

Qual a diferença entre NF-e e NFS-e, afinal?

Saiba como escolher o tipo de nota fiscal ideal para seu negócio; descubra a diferença entre NF-e e NFS-e e o que fazer se você vende produtos e/ou serviços

Desde que o sistema de emissão de nota fiscal eletrônica foi criado, os empreendedores passaram a ter várias opções na hora de escolher o tipo certo de Nota Fiscal para seu negócio. Entre essas opções, as mais comuns são a NF-e e NFS-e. Mas você sabe o que muda em cada uma dessas versões?

Qual a diferença entre NF-e e NFS-e?

A principal diferença entre NF-e e NFS-e é o tipo de operação que sua empresa oferece aos clientes.

A NF-e é destinada a quem vende produtos. Nela você terá encargos específicos, como IPI e ICMS. Ou seja, se você tem uma loja de materiais de construção, a NF-e é o modelo de nota fiscal mais apropriado para seu caso.

Já a NFS-e modelo de nota fiscal é para quem presta serviços. A nota fiscal de serviços, portanto, é a versão indicada para médicos, advogados, entregadores, profissionais de manutenção etc.

Qual o tipo de nota fiscal para quem vende produtos e faz prestação de serviços?

Antigamente, quem vendia produtos e entregava serviços tinha um modelo específico de nota fiscal: a NF Conjugada. Hoje, no entanto, a situação é um pouco diferente: a primeira coisa a fazer é procurar a prefeitura de sua cidade e checar se ela está associada aos padrões da NF nacional.

Se a resposta for sim e sua cidade tiver acordos de parceria firmados com o governo federal, sua empresa terá de emitir a NF-e do modelo 55, que permite cobrar tanto o imposto sobre mercadoria (ICMS) quanto o de serviços (ISS). Então, se você vende móveis planejados e também faz a instalação, reparo ou reforma desses itens, o jeito é falar com a prefeitura local.

Caso seu munícipio não tenha esse acordo com a Secretaria da Fazenda, possivelmente sua empresa precisará emitir duas notas fiscais separadas. Ou seja, terá de ter a NF-e e NFS-e.

E se restar dúvidas, lembre-se: consulte seu contador!

Entendeu qual é a diferença entre NF-e e NFS-e? Então, se você vende produtos e quer tornar todo esse processo mais simples, que tal começar agora mesmo? Experimente o Saldo MAIS por 15 dias grátis e surpreenda-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *