NF-e: Como evitar problemas com o recolhimento de Impostos?

Perder o controle sobre os impostos, como o ICMS e IPI, pode provocar uma série de problemas para sua empresa. Mas é possível evitar sustos, com conhecimento e atenção

O Brasil é um dos países com as maiores cargas tributárias do planeta. Por isso, se você é empreendedor de um micro ou pequeno negócio, saber como evitar problemas com o recolhimento dos impostos é fundamental.

Por exemplo: quando se trata de venda de mercadorias, existem alguns tributos estaduais e federais a serem pagos. E, nesse caso, é preciso atender a variação de valores e porcentagens.

O que é cobrado e como elas variam?

Geralmente, quem trabalha com vendas está sujeito a dois tributos: o ICMS e o IPI. Há outras contribuições que podem estar presentes em seu tipo de atividade, mas, se sua empresa está registrada no SIMPLES nacional, são esses dois impostos que deverão ter maior atenção. [Você pode checar se sua operação está sujeita a outras tributações diretamente com a Sefaz de seu estado]

ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços: este é um imposto estadual que incide em movimentações fiscais a partir do comércio de Produtos e Serviços. Isso significa que ela pode variar de acordo com o estado de origem ou de destino da sua Nota Fiscal Eletrônica.

IPI – Imposto sobre Produto Industrializado: as alíquotas podem variar, neste caso, pelo tipo de produto que você comercializa. Existem itens que são cobrados apenas em sua forma de matéria-prima, como o aço, em algumas de suas formas. O mais comum, porém, é pagar esses tributos no momento da emissão da NF-e.

3 Dicas para evitar problemas com Impostos na NF-e

Para acabar com as dúvidas, listamos algumas questões – e suas respostas – sobre o gerenciamento de tributos. Veja:

  • Meu cliente não pediu NF-e? A obrigação de emitir a Nota Fiscal é da sua empresa –mesmo que o consumidor não queira. Ao deixar de gerar esse arquivo, você está sonegando impostos (o que é crime, previsto em lei, com penas de até 2 anos de prisão e possíveis multas, entre 10 a 225% do valor sonegado).
  • Calculei o Imposto errado. O que fazer? Você pode, em até 24 horas, fazer as correções ou cancelar a nota emitida. Após esse prazo, sua empresa precisa comunicar a diferença para a Sefaz.
  • Como simplificar a gestão dos Impostos? Existem diferentes opções: sua empresa pode criar uma rotina de análise para diferentes cenários ou, ainda, investir em novos recursos de tecnologia que façam os cálculos automaticamente [como o Saldo MAIS!]

Automatizando o cálculo de Impostos

Uma das vantagens de usar a plataforma do Saldo MAIS é a possibilidade de incluir uma solução automática para o cálculo dos tributos exigidos por seu ramo de negócio.

Isso quer dizer que sua gestão não precisa mais ficar preocupada em saber se houve qualquer tipo de alteração ou se existe alguma divergência de imposto provocada pela origem ou destino de seus produtos.

Quer ver como esse recurso funciona na prática? Então, experimente o Saldo MAIS. É GRÁTIS por 15 dias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *